2.10.08

"Candalia" :: grupo ALBATROZ


primeiro presente.
intervenção urbana

grupo albatroz em diálogo com os espaços da capital mineira

hoje, no final da labuta, fui informada através de um convite sobre a performance do grupo albatroz que aconteceria na praça da estação.

chegamos às portas da estação e três moças de branco esperavam por alguém exatamente no momento que antecede à chegada do trem Vitória-Minas, às 19:30h, nesta quarta-feira.

a primeira, chama constantemente por um passarinho, caminha nas pontas dos pés com uma sombrinha aberta e uma gaiola vazia, parece quase não tocar o chão ao correr.

a segunda, com um saco de maçãs verde-esperança na mão, conversa com pessoas que esperam por parentes e amigos, fala frases em francês e se parece a um personagem em branco e preto, pertencente a uma outra época, a do cinema mudo.

a terceira, diz a todos que está esperando um homem muito branco de olhos verdes como duas maçãs e traz uma pequenina sombrinha aberta em uma das mãos para se proteger inevitavelmente de algo.

mais dois homens de viola acompanham as moças observando a tudo, mas, por enquanto, calados de música.

quando o trem chega os cinco se dirigem simetricamente ao portão de desembarque, caminham enquanto cantam uma longa, lenta e melancólica canção para receberem os seus esperados.

os passageiros que descem do trem se deparam com as personagens que poderiam ter saído das páginas de um conto de virgínia wolff.

algumas bocas sorriem, outras tentam disfarçar a falta de graça misturada com surpresa, tem as que passam pelo saguão forçando a sensação de acharem tudo muito normal e desviam seus corpos dos corpos vidrados na canção de espera ainda entoada. há também aquelas que arriscam um beijinho em tchauzinho, e as que se assustam de verdade com a inesperada cena.

eu que tentei ver a quase tudo, não sabia se olhava para os rostos dos que chegavam ou dos que presentificavam a angustiosa canção de espera de quem não vem.

foi um verdadeiro presente esse convite-espera para mim.
não tenho palavras para dizer o que senti, então pinto as cenas aqui com minhas cores e meus pincéis.

a próxima apresentação será nesta quinta, dia 02/10, às 19:30h na praça da estação.

Um comentário:

Ludmilla disse...

Olá Patrícia.
Aqui é Ludmilla e julia do teatro Albatroz.Vimos o Blog e ficamos felizes em saber como a nossa intervenção chegou pra vc!Podemos depois encontrar pessoalmente ou conversarmos por e-mail mais sobre "Candalía". Meul e-amil:ludmilla.ramalho@gmail.com
Bjs!Obrigada por suas palavras tão lindas sobre o nosso trabalho.
Bjs e inté breve!