2.11.08

por que suja de piche?


muitas pessoas me fazem essa pergunta:
por que suja de piche?
resposta boba:

só por causa de um poeminha que escrevi sobre como eu me lembro de criança.
brincava muito na rua de casa em sampa como moleca. antes a rua era de terra vermelha, empoeirada de uma terrinha fina, solta e macia, com algumas pedras e restos de entulho. depois chegaram as máquinas de asfaltar. por dias minha tia carmita teve muito trabalho para lavar o piche que ficava grudado nos meus pés, mãos, joelhos e rosto. eu me divertia vendo o tapete negro que se formava na extensão do meu quintal. por último, veio a poeira seca do asfalto, os joelhos ralados de muitos tombos que a vida me deu — e não se cansa de me dar — e o quente do sol no áspero negrume que me fazia não aguentar mais os pés descalços. mas continuei me divertindo, desenhando com tijolo vermelho que recolhia nas construções, amarelinhas, desenhos de casinhas, montanhas e nuvens, gravuras que ficaram no quadro negro da rua de minha infância.

talvez seja por isso que eu sempre quis ser professora: para continuar desenhando a infância minha e de outras crianças.
imagens nebulosas, meio ofuscadas pelo tempo, no branco e preto de minhas lembranças.

tonterías en recuerdos de niñez.

suja de piche

menina suja de terra vermelha
dos dedos do pé até o nariz
razão com ela ralha
água e sabão que lava a alma
certa certeza de aérea ser sua raíz

menina suja de negro pinche
vive ultrapassando o tênue limite
não admite bronca
não existe quem a imite
transfigura realidade em pleno fetiche

menina suja de poeira no asfalto
possui o ímpeto de voar mais alto
equilibra-se na guia
pula este muro imposto
caminha consigo na rua do oposto

3 comentários:

Jake disse...

Adorei o espaço.
Lindo, forte e leve..

Bjo

débora disse...

Adorei o poeminha...e a explicação tb foi meio poética né?!

Te amo d+...

naum deixe de ser essa menina, só q sem toda essa sujeira de piche...=D

Bju...=*

Anônimo disse...

concordo com a Débora, n deixe de ser essa menina mas tbm n deixe nunca de ser essa prof que vc é bele? beijos, sua aluna.